Hedonismo | Toxicomania

Toxicomania

Por:Circuito PSI
Novidades

19

fev 2020

Na Grécia, o representante mais célebre do hedonismo foi Aristipo de Cirene (Arístippos ho Kyrēnaíos; c. 435 – 356 a.C.) .

HEDONISMO (do grego hedonê, “prazer”, “vontade”): prazer como o bem supremo, finalidade e fundamento da vida moral.

O termo TOXICUM surgiu ainda na Antiguidade para nomear uma substância mortal utilizada pelos povos bárbaros para envenenar a ponta das flechas. Em contra ponto também era utilizado como remédio para salvar a vidas. Veneno x Fármaco.

Atualmente, o uso de drogas vêm sendo associado à um sintoma da contemporaneidade, resultante das características individualistas e hedonistas que regem a nossa época. No entanto, é preciso analisar, com profundidade, a degradação do Eu para além de sua exaltação.

A relação ‘toxicomaníaca’ nos modos excessivos e autodestrutivos de consumos de fármacos e outras drogas pode ser pensada em complexos paradoxos como:

Satisfação Imediata: Prazer x Desprazer

Objetivo de satisfação x Objeto de Desejo

Objeto de Prazer x Objeto de NECESSIDADE

Sendo assim, uso de drogas psicoativas evocam, subjetivamente, mais do que simplesmente um hedonismo químico.

Canal CircuitoPSI: https://www.youtube.com/channel/UCwEZ9yQpsmOTMjc0lb1K4Iw/www.circuitopsi.com.br

Compartilhe:

Rua Juruá, 50 ou 46 - Sala 305. Cidade Nova

(31) 99903-3762

contato@circuitopsi.com.br